Aos amigos, leitores e seguidores...

Recentemente houve um aumento bem significativo de visitas internacionais e vi a necessidade de esclarecer uma coisa: Bem, todos nós sabemos, que apesar de muito mais fácil por causa da globalização, etc... muitos produtos ainda são muito específicos de cada localidade, e muitas vezes deixamos de fazer aquela receita que queremos por não conseguir encontrar esse ou outro ingrediente. Praticamente qualquer ingrediente pode ser substituído, ou adaptado. E o mais legal de cozinhar é justamente dar a sua cara á sua comida. Por isso mais uma vez disponibilizo o endereço para esclarecer qualquer dúvida ou pergunta.

Recently, has been a significant increase of international visitors and I noticed the need to clarify few things: Well, we all know that, although much easier because of globalization, etc ... many products are still location-specific, and sometimes is difficult to follow a recipe that we cannot find some of the ingredients. Almost any ingredient can be replaced or upgraded. And the cool thing about cooking is to give your own taste to the food. So once again I will provide my contacts to clarify any questions or concerns.

s.a.l.tomilho@gmail.com

31 de ago de 2011

MOELA COMO LIMPAR ??


Pode até parecer besteira, mas muita gente não sabe limpar a moela.
Apesar de comprarmos ela "limpa" e embalada, alguns procedimentos são importantes para evitar desagradáveis surpresas.
Vou tentar colocar de uma maneira que seja de fácil entendimento.
A Moela é revestida por uma espécie de "couro" que é retirada pelas indústrias, bom esse seria o correto, mas normalmente vem um pedaçinho dele. Não tem um gosto perceptível, mas tem uma textura estranha, e particularmente para mim, quando vejo, perto totalmente o prazer de comer.
A Moela tem dois lados. Um de um vermelho escuro, e outro mais amarronzado.
Esse "Couro" fica na parte mais amarronzada, principalmente nas extremidades e/ou nas partes internas. Atualmente elas tem vindo bem limpas (todas as marcas), mas se você fizer uma pequena busca vai encontrar alguns pedaçinhos. a cor normalmente é amarelada ou marrom escuro.
A retirada é bem simples, é só usar uma faquinha, pode ser sem serra mesmo e raspar, sai facilmente.
Na parte mais viva, geralmente encontramos uma substância branquinha, que parece uns fiapinhos, (deixei sinalizado com uma seta) sua remoção também é bem fácil e é feita da mesma forma, com a faquinha, raspando.
Pode parecer besteira, mas garanto que procedendo assim seu prato vai ficar muito mais saboroso.
Veja algumas receitas na postagem MIÚDOS E OUTROS.

4 comentários:

  1. é verdade que tem que tirar as partes molesinhas que fica nos dois lados

    ResponderExcluir
  2. Bom, não existe uma "obrigatoriedade" de tirar, mas além de ficar esteticamente mais legal, é muito ruim comer e sentir aqueles pedaçinhos que não são fáceis de mastigar e a consistência é bem estranha...

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria de questionar um pouco. Eu já comi muita moela acebolada pelos butekos da vida e sempre adorei. Outro dia resolvi comprar um quilo de moelas e eu mesmo preparar. Retirei as peles amarelinhas que são o revestimento interno das moelas e fiz o meu prto. Ao saborear as moelas percebi que aquela casca interna que tem a aparencia de uma testa enrugada é uma casca grossa que não cozinha direito e ao mastigar me dá a impressão de estar mascando chiclete. Ela fica borrachuda. Pergunto se é assim que se come a moela ? Com a "casca" e tudo !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Paulo, Você cozinhou na pressão???? Aquela "casca enrugadinha normalmente fica bem mole.....
      Se você retirou a pele amarela, esta cozinha bem sim....mas... na pressão (pelo menos 30 minutos)... talvez tenha sido pouco tempo de cozimento.

      Excluir